Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > AÇÕES > REFLEXÕES > Construindo a Acessibilidade no Brasil
Início do conteúdo da página

Construindo a Acessibilidade no Brasil

Criado: Quarta, 03 de Maio de 2017, 14h16 | Acessos: 204

Por Camila Luar (Monitora do Nei e estudante de História)

O assunto acessibilidade passou a ser discutido no mundo tardiamente, mais especificamente a partir da década de 50 do século XX. Isso aconteceu após profissionais que trabalhavam com reabilitação levantarem a discussão sobre o assunto. Em 1975, a ONU divulga a “Declaração dos Direitos das Pessoas Deficientes”, estabelecendo que, independentemente da deficiência, essas pessoas têm, necessariamente, os mesmos direitos que todos os cidadãos. A partir desse momento, a temática deficiência passou a ser bastante discutida em diversos lugares no mundo.


Os anos 80 foram marcados por amplas discussões e campanhas mundiais sobre as barreiras arquitetônicas e a década de 90 destacou-se em discussões sobre conceitos de desenho universal a partir da visão da diversidade humana, buscando ampliar o conceito de acessibilidade, abrangendo além da dimensão arquitetônica, também as dimensões comunicacionais e atitudinais.

 

No Brasil, o início das discussões se deram de maneira mais tardia, mais especificamente em uma emenda constitucional na década de 70 do século XX, no qual apenas se tocava na questão de acessibilidade referentes aos imóveis. Posteriormente, com a promulgação da Constituição Federal de 1988, e as diretrizes da ONU, buscou-se aprofundar nesse tema e aperfeiçoar as questões referentes à acessibilidade; caminho que vem sendo construído e implementado no decorrer do tempo e resultado de muitas lutas. Atualmente, a questão continua sendo discutida com muita seriedade.


Dessa forma, em um passado não muito distante, as pessoas com deficiências viveram relegadas ao esquecimento, ao isolamento social e tão pouco se pensava e discutia sobre seus direitos. As políticas de inclusão surgiram para modificar essa situação, buscando trazer benefícios e qualidade de vida para as pessoas com deficiência, tornando essas políticas imprescindíveis para a sociedade.

registrado em:
Fim do conteúdo da página